geometria da sedução
mostra retrospectiva
curadoria Andrés Hernandez
Catalogo com textos de Paula Alzugaray e Denise Mattar
13 jun - 23 ago 2015, Centro Cultural São Paulo, Rua Vergueiro 1000, São Paulo (SP)


O artista plástico Cesare Pergola iniciou sua trajetória profissional no final da década de 1970, em seu país de origem, a Itália. Como forma de remontar a história de todos esses anos dedicados à arte, neste mês, o Centro Cultural São Paulo abre a retrospectiva “Geometria da sedução”.
Com curadoria do cubano Andrés Hernández, a mostra será inaugurada no dia 13 e reunirá fotografias, pinturas, instalações em neon, além de registros em vídeo das ações realizadas no início da carreira. O curador leva à exposição não só os aspectos estéticos do trabalho do artista, mas, também, o contexto histórico vivido por ele. Pergola deu início à sua carreira como artista plástico em 1978, quando ocorria uma data simbólica para o país, o sequestro do primeiro-ministro italiano Aldo Moro pela vertente marxista-leninista Brigada Vermelha. Nesse momento, ele apresentava seu primeiro trabalho junto com Il Marchingegno, grupo de pesquisa multimídia que atuava por meio de performances, instalações e teatro-arquitetura.
A tecnologia e a performance sempre fizeram parte de sua obra. Em “Geometria da sedução”, não seria diferente, já que a exposição está calcada em três eixos temáticos: sedução tecnológica, paixão pelo erotismo e pureza do raciocínio lógico.
No dia da inauguração, acontece o concerto-performance “Sonata por bala perdida”, com a cantora Francesca Della Monica e o pianista Gian Mario Conti, ambos italianos. O inusitado trabalho consiste em uma partitura para piano e voz, escrita sobre a base de registros fotográficos de ocorrências de balas perdidas, em que as posições dos furos viraram notas musicais. Também será lançado, na ocasião, o livro homônimo à exposição, que traz as obras mais relevantes do artista com textos críticos da curadora Denise Mattar e da editora Paula Alzugaray.
Pergola tem formação em arquitetura e por mais de 20 anos atuou como professor em diversas instituições na Itália e na Tailândia. Está no Brasil desde 2009, onde fundou, em Paraty (RJ), a Galeria Belvedere, que promove o Prêmio Belvedere de Arte Contemporânea de Paraty.

Link video
"GEOMETRIA DA SEDUÇÃO, foto-animação sobre a mostra no Centro Cultural São Paulo, 2015"


Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra

Mostra


Cesare Pergola | Architetto e Artista
2018 ® Todos os Direitos Reservados